Cirurgia plástica na adolescência

cirurgia-plástica-na-adolecência Na adolescência, se uma simples acne no rosto já causa desespero, estar fora dos padrões de beleza convencionais pode ser motivo para o início de um conflito com a aparência.

Em busca do corpo ideal, os jovens têm procurado por cirurgias plásticas cada vez mais cedo.

Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, nos últimos quatro anos houve um aumento de 141% nas cirurgias plásticas em adolescentes.

Mas será que vale a pena realizar uma intervenção estética antes dos 18 anos? Vamos entender um pouco mais sobre esse assunto nesse artigo.

Continue lendo!

Por que os adolescentes procuram cirurgia plástica?

A maioria dos adolescentes procura por cirurgia plástica na adolescência para melhorar sua aparência ou aumentar a autoestima.

Embora esses motivos sejam semelhantes aos dos adultos, os adolescentes muitas vezes querem se encaixar com os outros, em vez de se destacarem, no que diz respeito à aparência.

Por isso, é importante que os adolescentes, considerando a cirurgia plástica, estejam certos de que estão fazendo isso por si mesmo – não para atender às expectativas de qualquer outra pessoa.

Quando indicar uma cirurgia plástica a um adolescente?

Alguns adolescentes realmente têm indicação de cirurgia plástica. Características que fujam ao padrão da sociedade e que estejam provocando transtornos do comportamento devem ser cuidadosamente avaliadas e, caso se conclua que beneficiarão o paciente no que diz respeito à sua autoestima e desenvolvimento da personalidade, indica-se a correção.

Jovens com alterações físicas consequentes de características do corpo, como dores nas costas por seios grandes, ou alterações faciais e problemas respiratórios por alterações nasais, podem e devem ser submetidos a cirurgias corretivas.

Vejamos alguns procedimentos comuns de cirurgia plástica na adolescência:

A rinoplastia (remodelação do nariz ou nariz) é o procedimento cosmético mais comum solicitado pelos adolescentes. O nariz deve ter atingido seu tamanho adulto antes que a cirurgia possa ser considerada. O nariz geralmente termina em 15 ou 16 anos em meninas e 16 ou 17 anos em meninos.

O aumento do queixo ou a remodelação do queixo podem ser feitos durante a adolescência.

A correção da assimetria da mama pode ser feita quando uma mama é diferente da outra em tamanho ou forma.

A redução dos seios pode beneficiar meninas adolescentes com apenas 15 anos de idade, que têm vergonha de mamas muito grandes, dor no ombro, dor nas costas ou dificuldade para respirar devido a mamas excessivamente grandes.

A ginecomastia é um procedimento usado para tratar o desenvolvimento excessivo de mama em adolescentes do sexo masculino. Geralmente, essa condição desaparece sozinha. Mas se a condição for severa, esse procedimento pode ser feito.

O tratamento com laser ou dermoabrasão (uma técnica de lixamento) pode ser usado para suavizar a cicatrização da pele causada pela acne.

Colágeno ou outras injeções de preenchimento também são às vezes usados para reparar defeitos da pele.

O que o adolescente deve considerar antes da cirurgia plástica

O cirurgião plástico deve ser experiente e possuir certificado na Sociedade Brasileira de Cirurgia plástica.

A cirurgia plástica deve ser feita em uma instalação cirúrgica credenciada com a capacidade de lidar com complicações raras.

A cirurgia plástica na adolescência deve ser feita sob uma política de consentimento total e informado. Isso significa que os detalhes do procedimento são compreendidos e aceitos pelo paciente e pelos pais ou responsável do paciente.

Embora sua aparência possa influenciar alguns de seus sucessos na vida, eles só o levarão até certo ponto. Esforce-se para aprender e melhorar a si mesmo por dentro.

Há desvantagens em tudo. Esteja ciente das complicações e riscos de qualquer cirurgia.

A cirurgia plástica na adolescência não fará mágica na sua vida social ou no modo como é visto por seus colegas – que isso depende de uma infinidade de fatores e não apenas do seu visual – e que a sua intenção de se submeter a ela deve ser por vontade própria e não por pressão da sociedade.

Saiba mais:

O que é Ginecomastia: http://procedimentosesteticos.com.br/cirurgia-plastica/ginecomastia-sintomas-causas-e-tratamentos.html

Opções de cirurgias cosméticas: http://procedimentosesteticos.com.br/estetica/cirurgia-cosmetica-quais-as-opcoes.html

Deixe um comentário